NOSSO COLÉGIO

AJUSTAR FONTE

IRMÃS AGOSTIANAS MISSIONÁRIAS - 79 ANOS A SERVIÇO DA EDUCAÇÃO

O Cristo Rei tem sua história. Seus primeiros passos iniciaram-se em 16 de novembro, do ano de 1933. Seu início e desenvolvimento deu-se por cooperação, sonho e luta por um ideal – orientar e formar a juventude. Começou simples, pequeno e humilde, transformando-se gradativamente no que você vê hoje, graças aos esforços das Irmãs Agostinianas Missionárias e tantos outros educadores empenhados em ajudar a formar o caráter da juventude atual.

O Colégio Cristo Rei tem como objetivo principal contribuir para o desenvolvimento humano, cognitivo e transcendente de seus educandos.

Colégio Cristo Rei - Um espaço para conviver, aprender e ser!

POLÍTICA DE QUALIDADE

  • Corpo docente especializado;
  • Capacitação e formação contínua;
  • Avaliação constante da prática educativa;
  • Filosofia humanizada e humanizadora;

"Reiteramos nossa convicção profunda de que a educação é a semente imprescindível para florescer, às portas do 3º milênio, um mundo mais democrático e progressista, mais justo e solidário, mais científico e mais culto, sábio e humanista, mais pacífico e mais unido, mais belo e mais feliz". (Comep)

CONHEÇA NOSSOS CURSOS
Clique aqui para mais detalhes.

PROCEDIMENTOS PARA O ANO LETIVO DE 2012

Clique nos itens abaixo para detalhes:

  • - ORIENTAÇÕES DE ESTUDO

  • - PROPOSTA FILOSÓFICA-PEDAGÓGICA
    (Conf. Art. 4º do Regime interno)

    O Colégio Cristo Rei se define como Escola Confessional Católica que pauta seu agir pedagógico na antropologia agostiniana, &agrav e; luz do Evangelho de Jesus. Tem como ponto de partida os seguintes princípios:

    • 1. Um modo de conceber o ser humano como:
      • a) Singular, dotado de inteligência e espiritualidade e, como tal, um ser de relações, aberto a Deus e ao outro, em cuja relação se completa; um ser, portanto, capaz de comunhão.
      • b) Ser em constante devir, ou seja, não nasce pronto, mas faz-se humano, em um processo contínuo e permanente de construir-se.
      • c) Ser vocacionado ao bem, somente alcançando sua realização na conquista e prática do mesmo.
    • 2. Um modo de entender a educação como:
      • a) Meio de ajudar este ser a construir-se, a fazer-se homem/mulher, conhecendo-se, descobrindo suas potencialidades e limites a fim de, em harmonia, desenvolver, ao máximo, os próprios dons.
      • b) Conquista e domínio de si, a ponto de ser consciente dos próprios atos, considerando neles o direito de ser respeitado e o dever de respeitar os outros e o meio como fonte de vida para todos.
      • c) Instrumentalização para agir consciente e responsavelmente na sociedade a fim de influir na direção das relações desejadas.
  • II. ORGANIZAÇÃO DA VIDA ESCOLAR
    (Conf. Cap. I do Reg.)

    1. O Colégio Cristo Rei oferece educação básica nas seguintes modalidades:
      • a) Infantil para crianças de 2 a 5 anos
      • b) Fundamental para alunos de 6 a 14 anos
      • c) Médio para alunos de 15 a 17 anos

      Obs.: Os alunos de Educação Infantil serão agrupados segundo a faixa etária: (completando a idade até o mês de junho)

      • a) Infantil 2 - 2 anos
      • b) Infantil 3 - 3 anos
      • c) Infantil 4 - 4 anos
      • d) Infantil 5 - 5 anos
  • - ESPAÇOS EDUCACIONAIS

    • Biblioteca
    • Salas de Multimídia
    • Laboratório de Informática
    • Laboratórios de Física, Química e Biologia
    • Quadras Poliesportivas
    • Período Integral
    • Enfermaria
    • Oficina de Artes
    • Capela
    • Auditório
    • Sala de Balé
    • Sala de Judô
    • Playground
  • - CURRÍCULO ESCOLAR
    (Conf. cap. II do título IV do Reg.)

    • 1. O currículo escolar será organizado de forma a fazer cumprir a proposta filosófico-pedagógica e o os objetivos específicos de cada modalidade, em consonância com a lei vigente.
    • 2. O currículo de Educação Infantil atenderá ao objetivo do desenvolvimento integral da criança até 5 anos de idade em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e da comunidade, conforme LDBN, art. 29.

      Parágrafo único: Será organizado na forma de áreas de estimulação que contemplem o desenvolvimento:

      • a) das linguagens como forma de comunicação e expressão;
      • b) do pensamento operacional concreto;
      • c) da compreensão da Natureza e Sociedade;
      • d) dos hábitos de higiene, alimentação, postura corporal e outros, que favoreçam à saúde;
      • e) da auto-estima e sociabilidade;
      • f) da sensibilidade, da delicadeza em todos os seus aspectos;
      • g) da iniciação à Prática Religiosa.
    • 3. O currículo do Ensino Fundamental visa alcançar os objetivos de:

      • a) desenvolver a capacidade de aprender, tendo como meios básicos o pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo;
      • b) compreender o ambiente natural e social, o sistema político, a tecnologia, as artes e os valores em que se fundamenta a sociedade;
      • c) desenvolver a capacidade de aprendizagem tendo em vista a aquisição de conhecimentos e habilidades e a formação de atitudes e valores;
      • d) fortalecer os vínculos de família, os laços de solidariedade humana e de tolerância recíproca em que se assenta a vida social;
      • e) fortalecer os vínculos religiosos em consonância com os valores evangélicos e agostinianos.
    • 4. O currículo do Ensino Médio visa, de acordo com art.35 da LDBN, alcançar os objetivos de:

      • a) consolidar e aprofundar os conhecimentos adquiridos no Ensino Fundamental, possibilitando o prosseguimento dos estudos;
      • b) preparar o educando para o trabalho e a cidadania de modo a ser capaz de se adaptar com flexibilidade a novas condições de ocupação ou aperfeiçoamento posterior;
      • c) favorecer ao educando seu aprimoramento como pessoa humana, incluindo a formação ética, e cidadã, o desenvolvimento da autonomia intelectual e do pensamento crítico;
      • d) compreender os fundamentos científico-tecnológicos dos processos produtivos, buscando a unidade teoria e prática no ensino das disciplinas;
      • e) compreender a relação capital-trabalho na sociedade e seu papel como autor e ator do momento histórico;
      • f) preparar o jovem para que tenha condições de ser aprovado no vestibular das melhores universidades.

      Parágrafo único: Destacará a educação tecnológica básica, a compreensão do significado da ciência, das letras e das artes; o processo histórico de transformação da sociedade e da cultura; a Língua Portuguesa como instrumento de comunicação, acesso ao conhecimento e exercício da cidadania.

  • - HORÁRIOS E ATENDIMENTOS

    • 1. Horário:
      • A entrada deve ser feita até cinco minutos antes do horário; após o sinal será fechado um dos portões.

        Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio: a tolerância será de 50 min (1ª aula) após o início do período.

      • O aluno que chegar atrasado deverá aguardar a aula seguinte.

        Serão tolerados seis atrasos no trimestre (não acumulativos ao longo do ano). A partir do 7ºatraso à primeira aula, o aluno não poderá assistir às aulas do dia, devendo portanto voltar para casa.

      • Chegando após o início da 2ª aula, o aluno não terá acesso às aulas seguintes.

      • Obs: O Colégio não pode assumir a responsabilidade pela permanência do aluno após o período de aulas. Assim sendo:

        • Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II (período matutino) após às 12:00.
        • Ensino Médio após às 13:45.
        • Educação Infantil e Ensino Fundamental I (período vespertino) após às 17:45.
        • Deverão permanecer no Colégio apenas os alunos que estiverem praticando alguma atividade autorizada pelo professor ou outro responsável.
    • 2. Dispensa

      O aluno só poderá ausentar-se do Colégio antes dos horários previstos, com solicitação por escrito, dos responsáveis e apresentada a auxiliar da Coordenação, às 07:15 (período matutino) e as 13:00 (período vespertino) antes do início das aulas (após este período, não será autorizada a dispensa, exceto em caso de doença). Entretanto, deve-se evitar a saída antecipada pois interrompe a atividade que o aluno está realizando.

    • 3. Laboratório de Informática

      O aluno poderá fazer uso deste espaço, agendando previamente um horário com o Coordenador responsável.

    • 4. Biblioteca

      Horário: Prédio I - 7:00 às 16:30

      OBS.: O empréstimo das obras pode ser realizado mediante apresentação da Carteirinha cadastrada e o material deve ser devolvido no prazo de até 7 dias.

    • 5. Secretaria

      Horário de Atendimento : 7:30 às 17:00 (Fátima)

    • 6. Administração

      Horário de Atendimento: (Neide) 08:00 às 13:00 e das 14:00 às 16:00

  • - INFORMAÇÕES GERAIS

    • 1. Agenda Escolar

      Faz parte do material do aluno. Será usada diariamente para anotações de rotina. As comunicações entre o Colégio e a Família serão feitas através da agenda. Acompanhar diariamente as informações enviadas.

    • 2. Uniforme e material

      Para segurança e identificação do aluno deverá comparecer, diariamente, uniformizado. Em todas as peças deve constar o nome do aluno, ficando a critério dos pais o uso de tinta ou bordado. Caso isto não ocorra, seu filho receberá uma notificação por escrito, após a 4ª, ele não poderá assistir às aulas, devendo voltar para a casa.

      • a) Para a Educação Infantil e Ensino Fundamental – uniforme oficial do Colégio (Microfibra ou Tactel); bermuda e blusão de moleton oficial do Colégio; shorts-saia até o 5º ano; tênis e meias (cor liberada);
      • b) Para o Ensino Médio será permitido o uso de calça jeans. A camiseta e o agasalho de inverno continuam sendo modelo padrão do uniforme.
      • c) Para as aulas de Educação Física, há necessidade de bermuda, modelo padrão do uniforme.
      • d) Boné, gorro, echarpe colorido não fazem parte do uniforme, portando o seu uso não será permitido.
      • e) Os alunos deverão estar uniformizados para as aulas de Recuperação Paralela.
      • f) A recepcionista não está autorizada a receber qualquer material, lanche, etc... esquecido em casa, exceto óculos e remédio.
    • 3. Atendimento aos Pais

      Solicitamos agendamento prévio através da agenda escolar.

      Reuniões de Pais - Estão previstas no calendário escolar, trimestral, para a reflexão e acompanhamento do processo educativo.

      Reuniões não previstas no calendário serão agendadas previamente.

    • 4. Tarefa de Casa

      O principal objetivo é o desenvolvimento da autonomia e responsabilidade, respeitando o ritmo e o desempenho de cada turma. As atividades deverão ser observadas e acompanhadas pelos pais, porém realizadas pelos alunos, havendo dúvidas anotar na própria folha. Em caso de falta do aluno, solicitar a um colega o conteúdo e as lições de casa. Recomenda-se o uso de local apropriado, com horário estabelecido e compromisso de estudo diário, a fim de que se torne um hábito.

    • 5. Lanche

      É importante que seja saudável e nutritivo. A lanchonete oferece o Kit Lanche, que poderá ser contratado diretamente com a responsável (até o 5º ano).

    • 6. Reclamações e sugestões

      Devem ser encaminhadas às pessoas diretamente encarregadas do setor, pessoalmente, por escrito ou por e-mail.

    • 7. Comemoração de aniversários

      Educação Infantil e Ensino Fundamental I - No Colégio, pode ser comemorado somente com um bolo cortado, devidamente embrulhado, brigadeiro e refrigerante ou suco.

    • 8. Passe Escolar

      Informar a Secretaria do Colégio sobre a intenção de solicitar o benefício.

    • 9. Transporte escolar

      Este serviço é realizado por profissionais autônomos e deve ser tratado diretamente com os motoristas.

    • 10. Uso do telefone

      A escola dispõe de um telefone público para uso dos alunos. No entanto, as chamadas só poderão ser feitas durante o recreio ou após o término das aulas. Caso o aluno precise sair mais cedo, por não estar se sentindo bem ou por qualquer outro motivo, a Orientação ou Auxiliar da Coordenação se encarregará de telefonar aos responsáveis.

      Não é permitida a utilização de celulares durante a aula.

    • 11. Viagem de Formatura

      O Colégio não participa da organização de viagem de formatura. Caso os alunos a façam em período de aula, devem assumir as faltas, atividades e provas que perderem. As aulas estarão acontecendo normalmente nesse período.

    • 12. Saúde

      Os responsáveis devem preencher a ficha de enfermagem com a responsabilidade de entregá-la na Secretaria. É de extrema importância que o Colégio tenha esta ficha em mãos caso o aluno precise ser atendido.

      A auxiliar de Enfermagem não pode ministrar nenhuma medicação aos alunos por iniciativa própria. A orientação na administração de medicamentos trazidos pelo aluno deve ser comunicada por escrito na agenda (nome, dosagem, horário).

  • - PROCEDIMENTOS PEDAGÓGICOS

    • 1. Será impedido de renovar ou efetuar a matrícula:

      • a) o aluno reprovado pela segunda vez na mesma série;
      • b) o aluno que, por razões disciplinares, prejudicar o bom andamento das atividades escolares;
      • c) alunos com idade superior à faixa etária comum a cada série
    • 2. A matrícula poderá ser cancelada em qualquer época do ano por iniciativa do responsável pelo aluno, mediante documento protocolado na secretaria e de acordo com o estabelecido no contrato de matrícula(Cl 13) por parte do colégio, mediante convite para transferência compulsória, nos casos de incompatibilidade do aluno com as normas do colégio, esgotadas as possibilidades de ajustamento (conf. art. 25 do regimento).

    • 3. Os alunos matriculados por transferência serão submetidos a processo de adaptação quando houver discrepância entre os componentes curriculares e/ou conteúdo programático de disciplinas, áreas de estudo ou atividades entre a escola de origem e de destino.

    • 4. Organização das turmas

      As turmas são organizadas obedecendo a critérios de conveniência pedagógica, onde o crescimento e a autonomia do educando são o foco principal. Contamos com a compreensão de pais e alunos, evitando interferências.

    • 5. Atividades extracurriculares e Estudo do Meio

      Têm como objetivo complementar os projetos desenvolvidos em sala de aula. No momento oportuno será enviada uma circular com todas as orientações. É importante ressaltar o respeito aos prazos definidos para a adesão do aluno.

    • 6. Trabalhos em grupo

      Os trabalhos em grupo, até o 7º ano, devem ser feitos em aula sob a orientação do(a) professor(a).

      A primeira etapa (pesquisa) é individual. Podem ser manuscritos até o 7º ano.

      8º e 9º ano: podem ser realizados no colégio, desde que agende antecipadamente com as auxiliares, solicitando uma sala; da mesma forma, os alunos do Ensino Médio.

    • 7. Educação Física

      As aulas de Ed. Física são obrigatórias. Na impossibilidade de praticá-las, o aluno deverá apresentar, de imediato, atestado médico, dispensando-o dos exercícios físicos.

    • 8. Atendimento aos pais

      A comunicação direta com os professores e coordenadores de classe será através de plantão previamente agendado. Avisar, via agenda, caso não possa comparecer.

      A comunicação de que outra pessoa virá buscar a criança (Ed. Inf. e Ens. Fund. I), deve ser enviada através da agenda, informando nome e RG.

    AVALIAÇÃO

    • 1. Critérios de Avaliação

      • 1.1. Segundo o Regimento Escolar, a avaliação como parte integrante do processo educativo, visa:
        • I. Levar o aluno à síntese periódica dos conteúdos trabalhados, possibilitando-lhe mais clareza do significado da verificação e avaliação;
        • II. possibilitar ao professor o controle de eficiência do próprio trabalho na consecução dos objetivos a serem alcançados pela disciplina que ministra e a coleta de elementos que auxiliem na superação de suas falhas e das dificuldades dos alunos, com o objetivo de gerar crescimento;
        • III. fornecer à Direção dados necessários para verificar a consecução dos objetivos e avaliar o desempenho dos docentes e discentes frente à Proposta Pedagógica.
      • 1.2. A avaliação do aproveitamento:
        • I. será um processo contínuo e cumulativo, observando-se a preponderância dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos e do mínimo considerado necessário em termos de conhecimentos, hábitos e habilidades em cada campo do conhecimento;
        • II. deverá incidir sobre o desempenho do aluno em diferentes experiências de aprendizagem levando sempre em consideração os objetivos visados;
        • III. deverá acontecer no decorrer de cada trimestre, utilizando dois ou mais instrumentos elaborados pelo professor de acordo com critérios estabelecidos em planejamento, sob a supervisão da coordenadora pedagógica (provas objetivas, provas argumentativas, trabalhos de pesquisa, entrevistas, produção de texto);
        • IV. ao final do trimestre, o professor descartará a nota mais baixa e, em caso de falta, a nota estará automaticamente descartada. As atividades preparadas anteriormente em casa (ou elaboradas em etapas) não serão descartadas.
        • V. Rendimento mínimo considerado satisfatório no trimestre será a nota 6.0 resultante de média extraída da soma dos resultados da aplicação dos diferentes instrumentos de verificação.
        • Obs: A média trimestral será arredondada, caso resulte em centésimos depois da vírgula, será feita uma aproximação para o décimo superior. Exemplo: média igual a 5,75 passará para 5,8; média 6,35 passará para 6,4.
        • - Para assegurar um aproveitamento satisfatório durante todo o transcorrer do ano letivo, os trimestres recebem pesos, correspondendo respectivamente a 3-3-4.
        • Parágrafo único: O 1º ano do Ensino Fundamental de 9 (nove) anos terá identidade pedagógica da última etapa de Educação Infantil.
      • 1.3. A síntese do resultado da avaliação do aproveitamento será registrada pelo professor na seguinte conformidade:
        • I. na Educação Infantil, a avaliação far-se-á mediante acompanhamento e registro do seu desenvolvimento sem o objetivo de promoção.
        • II. no Ensino Fundamental e Médio, a síntese do resultado de aproveitamento será expressa em escala de notas de zero a dez e registrada nos diários de classe do professor.
        • III. também será registrada no diário de classe a frequência dos alunos.
        • IV. haverá, no boletim, uma avaliação qualitativa (conduta relativa a interesse, responsabilidade, respeito às normas e desempenho) com os seguintes conceitos: Ótimo, Bom, Regular, Precisa Melhorar.
      • 2. Recuperação

        • a) Aos alunos serão oferecidas todas as oportunidades possíveis para alcançar a aprendizagem desejada.
        • b) A recuperação poderá ser contínua (Ensino Fundamental I) e/ou paralela às aulas (Ensino Fundamental II e Ensino Médio) - sem interferência nas notas - ou acontecer no final do ano para complementar a média final.
        • c) A recuperação paralela acontecerá no decorrer do ano letivo e terá caráter preferencialmente preventivo. O aluno será convocado mediante comunicado enviado aos responsáveis.
          • Ao trabalhar e avaliar cada unidade de componente curricular, o professor identificará o aluno que encontrar dificuldades e, esgotadas as possibilidades de auxiliá-lo nas aulas regulares, irá encaminhá-lo para as atividades de recuperação, onde terá assistência de um professor, que pode ser o da respectiva turma ou não. Outros alunos poderão, também, tomar a iniciativa de solicitar a participação, quando julgar proveitoso para si. Sua solicitação será aceita, desde que haja um grupo convocado e o aluno não tenha sido negligente nas aulas regulares.
          • As atividades específicas de recuperação paralela serão desenvolvidas em horário próprio e terão caráter preferencialmente preventivo e de orientação de estudos. Espera-se que, aprendendo a estudar e solucionando suas dúvidas, como decorrência natural, apresente bons resultados nas próximas aferições de aprendizagem.
          • O aluno convocado para atividades de recuperação e que não comparecer terá vedado o direito de solicitar posteriormente tal assistência.
      • Nos meses de março a outubro o colégio oferece aos alunos do Ensino Fundamental II e Ensino Médio a recuperação paralela. O horário estará à disposição nos murais e no site.

        O objetivo deste procedimento é acompanhar mais de perto o nosso aluno, em suas dificuldades individuais.

        3. Recuperação Final

        • Art.74 O processo de recuperação final será desenvolvido após o encerramento dos trimestres, com orientação do professor, observada a obrigatoriedade de frequência, ao final do qual far-se-á uma apuração de rendimento através de uma prova.
        • Parágrafo único: O aluno que, sem apresentar justificativa de relevância, deixar de comparecer na data da prova, será considerado reprovado.
        • Art.75 Poderá participar da recuperação final o aluno que, na apuração do resultado acumulado até o 3º trimestre, apresentar rendimento insuficiente aos pontos distribuídos no ano:
          • I - em todos os componentes curriculares;
          • II - desde que obtenha média anual igual ou superior a 4,0 (quatro) em cada componente.
        • Parágrafo único: Deve participar do período de recuperação final o aluno que não perfizer 75% de frequência, mesmo que tenha obtido média suficiente para aprovação.
      • 4. Promoção

        • Art.76 A promoção, em cada curso, dar-se-á, no Ensino Fundamental e Médio, mediante aprovação nos componentes curriculares pertinentes.
        • Art.77 Considerar-se-á apto a passar para o ano(série) seguinte o aluno que alcançar média 6,0 (seis) ao longo do ano letivo ou apurada na recuperação final, conforme descrito nos artigos 74 e 75.

          Parágrafo único: Para aprovação, será obedecido o seguinte critério:

          • I - Os trimestres terão respectivamente pesos: 3-3-4
          • II - a somatória dos trimestres (dividida por dez) deverá ser igual ou superior a seis, correspondendo à média anual (M1);
          • III - caso está média anual (M1) seja inferior a seis, o aluno submeter-se-á à recuperação final (M2);
          • IV - a nota da recuperação final (M2) deve ser somada à média anual (M1), de onde se extrairá uma nova média, igual ou superior a seis (M3);
          • Obs: Todas as informações sobre avaliação e procedimentos pedagógicos constam na agenda, no site e de circulares enviadas aos pais
      • 5. Pedidos de reconsideração dos resultados finais

        Deliberação CEE* 11/96

        Indicação CEE* 12/96

        Após a divulgação dos resultados finais, o aluno (por intermédio de seus responsáveis) tem o prazo de até 05 (cinco) dias para protocolar na Secretaria do Colégio um pedido de reconsideração. Na impossibilidade de reunião do corpo docente, por força de recesso escolar no final do período letivo, o mesmo deverá reunir-se até o 8º dia do ano letivo subseqüente.

Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 658 - CEP: 04014-002 - Vila Mariana - São Paulo/SP - (11) 5579-4935 / 6751